Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Português. Ponto.

por FJV, em 16.09.22

Corre nas “redes sociais” um debate para determinar se um exame de Português deve, ou não, ser obrigatório para concluir o ensino secundário nos cursos de ciências. Já se percebeu que o Ministério da Educação não vai descansar enquanto não acabar com os exames propriamente ditos, quanto mais com os de Português. Tenho verificado que algumas almas práticas, muito “modernas” e “liberais”, consideram que essa exigência é supérflua – bastam inglês e “disciplinas práticas”. Esta ideia de que o Português é inimigo dos portugueses deve muito à forma como o Ministério da Educação deixou que uma casta de gramáticos descarados e lunáticos transformasse o ensino da língua aos adolescentes numa caranguejola que ninguém entende e de que se deve fugir a sete pés (lembram-se da TLEBS?). Mas, tirando isso, não custa entender como há quem pense assim. Juntando o abandono de professores experimentados ao desinteresse pelo rigor e por coisas tão “inúteis” como a correção ortográfica, vejo o futuro com muito otimismo e prevejo que teremos manuais de Português escritos por influencers. Ou analfabetos.

Da coluna diária do CM.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.