Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um jardim suspenso no espaço.

por FJV, em 21.07.09

 

A história do futuro fez-se também disso, da chegada do homem à Lua. Há exatamente quarenta anos, Neil Armstrong tornou-se o primeiro de nós e pareceu simples: desceu da Apollo 11 e pisou aquele deserto de poeira, rochas e sombras. Quarenta anos depois, o sonho de ocupar o céu continua a reenviar-nos para aquele momento mágico em que a face da Terra era vista de longe. A nossa imaginação foi entretanto desafiada pelo cinema, pela literatura e pela ciência -- e por outras viagens, outros riscos e outros impossíveis. Eu, que vi pela televisão esse momento, admito que haja mais expectativas (Marte, por exemplo), mas a comoção regressa periodicamente ao revivê-lo. Um jardim suspenso no espaço – na Lua, por exemplo – era bem mais útil do que aquilo que temos feito ultimamente.

[Na coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.