Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O cantinho do hooligan. Nunca se sabe.

por FJV, em 19.01.09

No futebol nunca se sabe. Estava no Funchal (abençoado sejas), sentado e a provar as primeiras ostras da temporada, catrapiscando um peixe-espada luzidio e carnudo, e deitando o olho ao FC Porto-Académica. O que vi deixou-me disponível apenas para as alegrias do jantar; vi uma equipa cheia de talentos, sim senhor, mas indisponíveis para o mostrar. Claro que um hooligan quer goleadas, cilindros de compressão, vendavais de génio – e às vezes ignora que o adversário também existe. Mas não sei, não sei, continuo a não saber. Mesmo que às vezes haja a tentação de enterrar cedo de mais quem tem potencialidades para o tetra, acontece que outras tantas sou levado a concordar com os fanáticos do Illiabum. Ou, como diria o rei dos árcades, «o espectáculo se calhar até foi bom, mas não foi visível». Ora, eu queria que fosse visível.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De henedina a 19.01.2009 às 21:56

Eu queria que a academica chegasse a final da taça de Portugal e lamentei o auto-golo.
E eu de futebol só vejo a selecção.
Sem imagem de perfil

De Vasco a 19.01.2009 às 23:43

É fantástico como estamos de acordo o que é quase caso único quando se trata de futebol. Mas eu não desespero. Acredite: ainda havemos de ver a nossa Académica dar-nos grandes alegrias.
Um abraço fraternal
Vasco
Sem imagem de perfil

De João Carvalho Fernandes a 20.01.2009 às 18:27

No Funchal, umas ostras, um peixe-espada luzidio e com tv, seria O Barqueiro?
Imagem de perfil

De FJV a 21.01.2009 às 11:31

Era O Barqueiro, caro João, era esse.

Comentar post



Ligações diretas

Os livros
No Twitter
Quetzal Editores
Crónicas impressas
Blog O Mar em Casablanca


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.