Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ouro Preto, 1.

por FJV, em 11.11.08

Em Ouro Preto, o coração do barroco luso-brasileiro (Minas Gerais), acabou ontem o Fórum das Letras, que rivaliza com o mais popular Festival de Paraty. O tema é “a literatura e o mistério” – não há relação mais simples nem mais óbvia. No cenário onde viveram poetas e músicos de eleição que os portugueses desconhecem (como Cláudio Manuel da Costa ou Tomás Gonzaga, mas também Elisabeth Bishop), o tema lembra muito o facto de “a literatura de agora” se limitar a tratar das paixões evidentes – o sexo, o poder e a desilusão. No meio do sofrimento e da busca da felicidade, a literatura serve também para providenciar conforto e perturbação a quem quer ver mais longe do que o mundo imediato promete. A isso chamamos, salvo erro, mistério. E é por isso que a literatura existe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


3 comentários

Sem imagem de perfil

De mar aravel a 11.11.2008 às 18:37


Escrever é incomodar

Quem lê é carente

Quem escreve provoca

Sem imagem de perfil

De JFD a 12.11.2008 às 17:29

Correcção: eu diria - que alguns portugueses desconhecem.
Sem imagem de perfil

De henedina a 13.11.2008 às 00:18

"a literatura serve também para providenciar conforto e perturbação a quem quer ver mais longe do que o mundo imediato promete...E é por isso que a literatura existe."
Perfeito!

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.