Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O passado.

por FJV, em 28.10.08

José Eduardo Agualusa escreveu um livro notável, O Vendedor de Passados, em que o personagem principal se dispunha a isso mesmo – a inventar o melhor passado possível para cada um dos seus clientes.Quem não quer ter um bom passado, altamente recomendável? A luta política em Portugal, longe de esgrimir argumentos e propostas, vale-se frequentemente da trafulhice de combater o passado dos adversários (se possível esquecendo o próprio). É um método como qualquer outro, disponível nos manuais – mas há-de acabar por rebentar nas próprias mãos do utilizador. Há sempre uma vergonha escondida, uma distracção, um gesto menos próprio, uma coisinha humana e natural que atraiçoa os defensores da moralidade ou os super-homens impolutos. As pobres viúvas de Lorca são o pior da política.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Sem Passado a 28.10.2008 às 17:34

Estava capaz de ir lá a esse homem do Agualusa, podia ser que me arranjasse uma coisa mais compostinha. Hipocrisia, por exemplo, fazia-me falta.

Sem imagem de perfil

De qwerty a 28.10.2008 às 22:02

Só espero que este post seja profético.
Sem imagem de perfil

De mar aravel a 29.10.2008 às 22:06


Tal e qual
Sem imagem de perfil

De o puma a 29.10.2008 às 22:08


Na verdade

há quem tenha de reinventar o passado

por vergonha do seu

Sem imagem de perfil

De ViriatoFCastro a 31.10.2008 às 01:49

Francisco, pedindo, desde já desculpas por me estar a desviar do tema do post, venho convidá-lo e mesmo pedir-lhe que se junte na minha (nossa) indignação, pelo ultraje que foi cometido na RTP.

Aqui fica

http://cathedralsquare.blogspot.com/2008/10/ignorncia-premiada.html
Sem imagem de perfil

De do contra a 31.10.2008 às 12:18

Também assisti a essa. O mais difícil foi convencer a minha filha que "o que disseram na televisão estava errado". Quanto a "O Vendedor de Passados" está arrumado numa estante que tenho para os livros "a reler".

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.