Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Excessos.

por FJV, em 11.09.08

José Medeiros Ferreira faz bem em alertar contra «esses excessos». Infelizmente, não se trata apenas de excessos da imprensa, ou da televisão.

É extraordinário que pouca imprensa, e nenhuma televisão, se tenha verdadeiramente interrogado sobre a natureza festiva das estatísticas apresentadas pelo Ministério da Educação, sobre tão bons resultados obtidos no básico e secundário. Basta perguntar aos nossos filhos: «Como foi a prova de matemática?»

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Miguel Neto a 11.09.2008 às 11:51

O estado do Ensino, o estado da Justiça, a Gestão do Território e a Demografia são o que me deixa verdadeiramente pessimista em relação ao futuro do País. A excessiva passividade (que assim se transforma em cumplicidade) com que nós assistimos ao desgoverno e à total ausência de estratégias políticas genuinamente preocupadas com o interesse nacional nestas matérias, deixa-me muito descrente em relação ao futuro.
Coitados dos nossos filhos. Estamos a prepará-los e a dar-lhes as melhores condições para resolverem os problemas que lhes vamos deixar em herança?
A tendência parece ser a de cada vez mais pessoas acham que a melhor forma de resolver os seus problemas é ao tiro e à facada.
Sem imagem de perfil

De separado de fresco a 11.09.2008 às 13:09

Já não bastava termos alguns orgãos de informação a premiar e a promover a mediocridade aogra também temos os nossos governantes a fazerem o mesmo só para aparecerem bem na fotografia. Vamos pagar muito caro este laxismo da mesma maneira que estamos a pagar a leviandade com que se encarou a pequena delinquência juvenil aqui há uns anos atrás e que agora se transformou naquilo que está à vista de todos.

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.