Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Casai, casai.

por FJV, em 26.08.08

 O Presidente vetou a lei do divórcio e meio país saltou a bradar contra “o conservador”. Toda a gente sabe que Cavaco é “conservador”, coisa que não faz mal ao mundo. O problema, isso sim, é a facilidade com que se fazem leis que partem do princípio de que as pessoas são generosas, boas e andam carregadas de amor. Não andam, mas isso é assunto delas. O Estado não tem nada de legislar sobre afectos & amor – tem de limitar-se a salvaguardar contratos. Como o do casamento. O amor, a afectividade e o ódio não são assuntos do Estado nem do parlamento. Que duas pessoas deixem de se amar – acontece a cada hora; que uma delas decida deitar fora um contrato que exige responsabilidade civil, já deve ser ponderado. Os legisladores não têm nada que pregar sermões ou fazer terapia de casal.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De idalino leão a 27.08.2008 às 10:02

o presidente fez bem. Ele tem que honrar os valores morais e civilizacionais de quem o elegeu. Eu votei cavaco.
Sem imagem de perfil

De paula a 27.08.2008 às 14:06

Que bom para ti, Idalino. Principalmente se fores dos que depois do divórcio honras os valores morais e civilizacionais "esquecendo" de pagar a pensão e de ir buscar os filhos às horas combinadas.

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.