Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Eu sou contra a escola desejável. (Ou vejam lá onde eles aprenderam a escrever.)

por FJV, em 12.05.08

«Na escola desejável, alunos e professores encontram no seu quotidiano um fio condutor apelativo e comum, que é o de aprender e ensinar competências, num cenário estruturante e holístico onde ser pessoa é ser tolerante, flexível, crítico, e é, também, ser capaz de desempenhos ajustados à exigência de uma sociedade global multidiferenciada, que apela a saberes mobilizáveis, conhecimentos reais e instrumentais, muito para lá da simples informação trazida pelos conteúdos, em si mesmos redutores e simplistas.» (Miriam Rodrigues Aço)

Citado pelo João C. D., directamente do Público.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Jasl a 13.05.2008 às 12:14

Meu Deus! Nem me vou dar ao trabalho de analisar tão refinado discurso eduquês! Se bem que o final redutor e simplista, é de uma tristeza poética elucidadora...
Sem imagem de perfil

De TalvezTeEscreva a 14.05.2008 às 03:20

Nunca consegui ler a Jangada de Pedra porque a cada tentativa perdia o fôlego antes de chegar ao final daquele imeeeeenso primeiro parágrafo com 54 palavras. No post do João C.D. alguém sublinha que esta frase singela tem 76 palavras (gulp!). Vai longe a senhora, afinal é desta fibra que se fazem prémios Nobel portugueses.

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.