Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por FJV, em 24.11.05
||| Sim. O cantinho do hooligan.
Sim. Bebi as cervejas de Glásgua. Uma, muito bitter. Não percebo Adriaanse.

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Sem imagem de perfil

De Luis M. Jorge a 25.11.2005 às 18:48

PINOCHET foi ou não foi um LIBERAL?

Dois liberais, jcd do "Blasfémias" e Cláudio Tellez do "Insurgente" argumentam no "Franco Atirador" (http://ofrancoatirador.blogspot.com/)
Sem imagem de perfil

De Nelson Ferreira a 25.11.2005 às 17:04

Vem com B, é claro.
Sem imagem de perfil

De Nelson Ferreira a 25.11.2005 às 17:04

Os profetas da desgraça abriram a boca.
"Rais parta" os adeptos de resultados.

Francisco, que a cerveja lhe tenha sabido vem, a sério.
Sem imagem de perfil

De No one knows me! a 25.11.2005 às 05:11

Já li entretanto a "Declaração de interesses", trata-se então de um voto útil?
Nunca antes tinha lido que Cavaco Silva pudesse, assim do pé para a mão, "garantir a felicidade" a alguém, mas enfim, tu é que sabes.

Cá estaremos para ver se isso te fará melhor ou pior pescador. No fundo é isso que importa: a paz e a brisa de um rio.

Achei que não quiseste ir muito longe na tua declaração, em inventariar as tuas perspectivas e ressentimentos, e que deixaste nas entrelinhas o teu próprio espaço de manobra.

O que eu não percebo bem é qual a necessidade da declaração pública de intensões, quando por defeito se trata de uma escolha secreta, será por seres também tu um público ou por existir algum prurido que te alumiava a impaciência e daí o manifestar da distinção?

Para mim, e isso importa pouco para os outros, Cavaco Silva é um bloco hirto de caruncho que vagueia na antiqualha e nos escombros de Portugal. Há quem pense que seja por aí que o país tem que ser levado ao colo.
Mas eu gosto sempre de me virar para o sítio onde está o sol. Neste caso das presidenciais o céu encontra-se bastante nublado. Tentarei, com o tempo, encontrar alguma aberta.
Good luck.
Um abraço.

António Faisão ,-)
Sem imagem de perfil

De No one knows me! a 25.11.2005 às 04:34

Vi a tua fotografia de riso alaranjado numa página da Visão que falava da Guarda de Honra dos candidatos presidenciais. Estás entre o Fernando Gil, à esquerda, e o António Lobo Antunes do outro lado, já com uma cor mais ruborescida.
Não tenho andado por aqui, nem por aí, por isso não me tinha apercebido das tuas tendências partidárias e foi uma surpresa. Quer dizer, pensava que a tua representação pólitica, neste caso de dirigente do Estado, nunca fosse encalhar na figura de Aníbal Cavaco Silva. Era um pouco a imagem que tinha de ti.
Quando te via na televisão, a andar por terras do Brasil, ou no deserto, já não me recordo bem, a falar de História e mais tarde, já sentado, numa mesa cheia de livros, a falar de histórias que se escreveram, nunca, nem por uma ocasião, te associei a esse esqueleto monolítico que agora ressurge na vida do país.
Li o artigo uma segunda vez para ver se me tinha escapado alguma coisa. Para ver se me explicavam esta minha crispação. Não te faziam mais referência. Apenas uma sucessão de nomes, deste àquele, nesta área e na outra, e no final já me tinha esquecido como é que te chamavas.
Mas lá estava a tua cara na primeira página para me fazer lembrar.

Enfim, está-se sempre a aprender. Não é que te conheça melhor por isso, é apenas uma constatação. Agora vou passar os olhos por aqui para ver se vejo mais alguma luz.
Não me demoro, prometo.
Sem imagem de perfil

De Paulo Alves a 24.11.2005 às 21:56

caro ernesto, único erro? Perdoa-me a lembrança mas Peixoto de rasto, Jorginho inexistente, atitude da equipa defensiva, bolas bombeadas para uma defesa alta e atlética, e lucho a capitão......tenham dó....isto tem um nome: benfiquização.
Sem imagem de perfil

De Ernesto a 24.11.2005 às 21:46

peço desculpa, mas acho que o único erro dele, desta vez, foi a substituição de Diego por Bruno Alves; quem deveria ter saído era o Jorginho. Só peca por isso, porque, naquela altura, o Porto precisava de dois centrais.
Sem imagem de perfil

De HR a 24.11.2005 às 18:48

Não o perceberíamos mesmo que ele falasse português. Az Alkmaar, como estás tão longe e tão perto!
Sem imagem de perfil

De bjm a 24.11.2005 às 18:01

Pode ser que isto ajude:

http://www.learndutch.org/
Sem imagem de perfil

De Paulo Alves a 24.11.2005 às 13:05

Pois. No meu canto também me interrogo, acho que 9 vezes..ou por ai.

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.