Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A ilusão da partilha de informação.

por FJV, em 23.12.20

Tirando algumas páginas mais ou menos facultativas (poucas, de qualquer modo) em que Shoshana Zuboff se entretém pelos ramos do pós-marxismo, a verdade é que A Era do Capitalismo da Vigilância (publicado pela Relógio d’Água) é, certamente, um dos livros mais estimulantes deste ano. O seu tema é a forma como – nós, seres humanos – estamos a ser despojados de identidade e liberdade por entidades desconhecidas que, de forma ilegal e antidemocrática, dominam a acumulação de dados e a circulação de informação na internet. Os grandes desígnios totalitários da Google ou do Facebook assentam no sonho não apenas de controlar ou conhecer minuciosamente o nosso comportamento mas também de o modelar para o futuro – e de tentar tornar toda a nossa humanidade dependente dos seus algoritmos. Se a civilização industrial cresceu aprisionando a natureza, a nova vaga de poderes aprisiona a natureza humana sem dar nada em troca senão a ilusão da partilha de informação. A análise dessa hecatombe faz do livro de Shoshana Zuboff um permanente desafio à nossa ingenuidade. É um importante livro.

Da coluna diária do CM.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ligações diretas

Os livros
No Twitter
Quetzal Editores
Crónicas impressas
Blog O Mar em Casablanca


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.