Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Violência nas escolas.

por FJV, em 28.10.19

Ao declarar – a propósito dos casos de violência que têm sido noticiados –que as escolas não são universos fechados “à sociedade”, mas, pelo contrário, representações da própria “sociedade” (e têm razão), o presidente das Associações de Pais (Confap) e o da Associação de Diretores de Escola acabam por admitir que falhámos em alguma coisa. Parece evidente que esses “casos de violência” não aumentaram muito, ao contrário da paciência e da disponibilidade dos professores para lidar com ela – e dos níveis de indisciplina dos alunos que circulam nas escolas. A par, evidentemente, da indiferença do Ministério da Educação, que não quer incómodos nem está disponível para apoiar os professores ou para ouvir uma palavra de crítica. A impunidade com que se pode agredir (por alunos e seus familiares) um professor ou um auxiliar educativo devia fazer-nos pensar um pouco. Nos países que produzem grandes talentos e bons resultados, os professores são valorizados, mas também avaliados e bem formados; e a escola não é um recreio para “encarregados de educação” ou para experiências políticas.

Da coluna diária do CM.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.