Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Georges Simenon.

por FJV, em 03.09.19

Jules Maigret nasceu em 1887 perto de Lyon (onde fez estudos de medicina) – mas em 1907 fixa-se em Paris, onde subirá ao cargo de inspetor-chefe dos homicídios da polícia judiciária. É aí que se tornará famoso como “comissário Maigret”, trabalhando no famoso edifício do Quai des Orfèvres e vivendo no Boulevard Richard-Lenoir com “madame Maigret”. O primeiro livro em que figura é Pietr o Letão, de 1931, a que se seguem cerca de outras cem histórias escritas pelo belga Georges Simenon, o mais prolífico dos escritores de língua francesa. Viajante incansável, apaixonado, insubmisso, mulherengo, com uma energia infinita e uma capacidade de trabalho desafiadora, Simenon é uma figura trágica das letras: escreveu mais de 170 romances, sem mencionar contos, novelas e uma monumental autobiografia (Memórias Íntimas), e várias histórias suas foram adaptadas ao cinema por Renoir, Melville, Tavernier ou Chabrol. Dizer isto é pouco, porque Simenon (1903-1989) e as suas criações fazem parte da nossa memória sentimental. Passam amanhã 30 anos sobre a sua morte. Vale a pena relê-lo sempre.

Da coluna diária do CM.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.