Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Katherine.

por FJV, em 01.07.13

Passaram no domingo dez anos sobre a morte de Katherine Hepburn (1907-2003). Esperemos que as televisões possam transmitir um ou outro filme que o seu rosto iluminou. A Rainha Africana (de Huston), ao lado de Bogart, é um clássico, tal como Adivinha quem Vem Jantar (com Spencer Tracy) ou até Amor entre Ruínas (com Lawrence Olivier). Eu prefiro o seu papel “secundário”, como a pérfida Violet ao lado de Liz Taylor (e Montgomery Clift), em Bruscamente no Verão Passado, o de Tracy Lord em Casamento Escandaloso (com Cary Grant), ou em Longa Viagem para a Noite, de Sidney Lumet e Eugene O’Neill. A lista é enorme e dispensa comentários. Hepburn dividia-se entre o seu papel de princesa (em Maria Stuart ou em O Leão no Inverno, por exemplo), o de mulher fatal e poderosa, ou sendo rosto dos vencedores que vêm de baixo (como em Mulherzinhas). Domingo é sempre um bom dia para recordá-la.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.