Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Corte de cabelo.

por FJV, em 07.03.13

Dezoito tipos de penteado são largamente suficientes. Eu, por exemplo, só gosto de quatro ou cinco. Dezoito é um número para lá de adequado; se percorrermos a história da pintura dos últimos duzentos anos, acrescentando-lhe mesmo a nossa memória do cinema, e as descrições presentes na literatura (há sempre essa gente) não encontraremos muitos mais modelos de penteado. E, se houver necessidade (um acaso), aumenta-se para vinte. Vinte e quatro no máximo, duas dúzias exatas. A Coreia do Norte, aquele país que “não se sabe se é uma democracia”, determinou, e bem, que as mulheres do país só podem usar esses dezoito penteados. O assunto transitou de Kim Jong-Il para o novo líder, o seu filho Kim Jong-un, que não teve dúvidas em promulgar o decreto. Os cabeleireiros de Pyongyang têm a vida facilitada. Durante a revolução cultural chinesa nunca se avançou tanto. O socialismo capilar sobreviverá. 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.