Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Bacalhau de Bruxelas.

por FJV, em 30.01.13

 

 

Somos europeus até certo ponto. Daqui em diante, nada. Explico em cinco ou seis linhas: pretendem os burocratas de Bruxelas que o bacalhau comercializado nos países da União Europeia fique sujeito a tratamento com polifosfatos que podem alterar o sabor, a textura e a qualidade do bacalhau que, como sabemos, é um dos símbolos da nossa identidade nacional. Juntar químicos ao bacalhau em vez de deixar que o salguemos como nos apetece, e de o comermos como acharmos melhor, é um atentado, uma intromissão e um crime, tudo junto. Bruxelas já cometeu vários crimes desta natureza – porque lhe apetece, porque tem poder para isso, porque se está nas tintas. O que o governo português deve fazer: vetar, bloquear, esbracejar, impedir. Uma coisa é sermos europeus, outra é estarmos dispostos a que nos mexam no prato e nos alterem a ementa. Não estou a brincar; é um caso sério de identidade nacional.

 

[Da coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.