Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



John Lee Hooker. Don‘t Look Back.

por FJV, em 23.06.11

Aos oitenta anos, John Lee Hooker (1917-2001) publicou um álbum inesquecível, Don’t Look Back. Os que o conheceram apenas com essa idade não reconheceram no seu som toda a eloquência melancólica dos “Chicago blues”, comandada por uma guitarra que se tornou um ícone de toda a sua obra. Uma obra-prima, Don’t Look Back (a canção com esse título é reinterpretada em dueto com Van Morrison) também não resume uma carreira com cerca de cem discos publicados, de onde trauteamos “Boogie Chillen”, “Serves Me Right To Suffer”, “Boom-Boom” ou “One Bourbon, one Scotch, one Beer” – mas é um bom começo para quem não foi ainda tocado pela magia dos ‘blues’ e daquela arqueologia negra, profunda. A sua voz era única, um apelo das profundezas. Morreu há dez anos, assinalados esta semana.

[Na coluna do Correio da Manhã]

 

“One Bourbon, one Scotch, one Beer”
“Boom-Boom”
“Serves Me Right To Suffer”
"Don’t Look Back" [com Van Morrison]

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De DrFunkenstein a 24.06.2011 às 13:38

Passei aqui por acaso, neste "album de recordações".
Blues...soul...FUNK. As origens "azuis" merecem esta lembrança. Grande John!!
Cumprimentos Funkinianos

Comentar post



Ligações diretas

Os livros
No Twitter
Quetzal Editores
Crónicas impressas
Blog O Mar em Casablanca


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.