Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dulce. 1928-2010.

por FJV, em 19.11.10

Dulce Cabrita morreu ontem. Conheci-a tarde demais, com Dinis Machado, com quem viveu e a quem cuidou durante anos. Nos últimos tempos ajudou-nos (na Quetzal) a preparar a edição de alguns volumes de inéditos de Dinis Machado, que guardara com ternura (não me lembro de outra palavra, agora). Meio-soprano (no T.N. São Carlos) que interpretou, entre outros, Lopes-Graça, Dulce Cabrita estudou economia e foi bibliotecária. Numa entrevista que assinalava os seus oitenta anos, no Expresso, escrevia-se: «Aceita o despojamento total. Não quer glórias. Não quer mais palco. Basta-lhe cuidar do legado de Dinis. Basta-lhe a memória. Basta-lhe o amor. Basta-lhe o silêncio.» Nasceu a 17 de Novembro de 1928; morreu na madrugada de 17 para 18 de Novembro de 2010.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.