Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O «regresso» da Filosofia.

por FJV, em 19.11.10

Finalmente, o Ministério da Educação acedeu em fazer regressar os testes de Filosofia, desaparecidos desde 2007; gente tão astuta e inteligente, informada e moderna, auto-suficiente com tantas plataformas tecnológicas, pôde — às claras — desdenhar da Filosofia. De facto, para que serve a Filosofia quando temos a verdade do nosso lado? Noto, no entanto, que isso não significa ainda uma revalorização da Filosofia no secundário, evidentemente; não se pode querer tudo. Para já, a atenção é concedida «aos problemas que os jovens sentem e que os perturbam»; a história da Filosofia é coisa do passado; não se fala abertamente, ainda, do que andaram a fazer Descartes, Espinosa, Kant, Hegel, digamos, ou vá lá Platão, Aristóteles (já que Sócrates era jogador de futebol) ou Tomás de Aquino, Marx ou Nietzsche. Eles andaram a fazer alguma coisa, alguma coisa eles sentiam e os perturbava. Mas é um avanço.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.