Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dilma.

por FJV, em 01.11.10

Não vale a pena fazer contas (a oposição, PSDB e DEM, tem 52,3% do eleitorado brasileiro, Serra ganhou em S. Paulo com 54%, e em todos os estados do centro-sul e sul, incluindo o Rio Grande) quando toda a gente quer festejar a eleição de Dilma Roussef. Ela ganhou. Vai ser diferente de Lula — na economia (por muito que regressem Palocci ou Mantegna), no afrontamento e na mobilização (CUT, MST, etc.), muito embora Dilma tenha sido uma criação de Lula (depois da queda de José Dirceu, o símbolo do pior do lulismo), tenha executado os planos de Lula e vá limpar aquilo que Lula deixou no Planalto. Salvo erro, não demonstrou ter uma ideia própria, para além da sua fama de executiva e organizadora. Com ela, continua o vale tudo do petismo.

De resto, não tenho de ter candidato; para responder aos mails que têm chegado a perguntar, «então, não comenta?», «não diz nada?», fica claro isto: o meu candidato permanente é Fernando Henrique Cardoso, o grande presidente que o Brasil teve.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.