Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ficámos ali.

por FJV, em 14.10.10

Ficámos ali. Um cemitério rodeado de gente a despedir-se da Isabel (a quem eu um dia chamei «a Rosa Mota das bibliotecas»), o sol luminoso da Granja, de que ela tanto gostava, os amigos que vieram de Lisboa, de Braga, de todo o lado. Ficámos ali sem dizer nada e, sobretudo, sem dizer que «não se sabe o que se há-de dizer». Acho que éramos muitos e havia o sol luminoso da Granja, como tu querias que fosse, certamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.