Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Jean Rhys.

por FJV, em 24.08.10

Ella Gwendolen Rees Williams é um nome que lembra as irmãs Brontë, por exemplo – e tanto Um Vasto Mar de Sargaços, que evoca Jane Eyre, como Bom Dia, Meia-Noite (Bertrand), merecem esse empréstimo. Mas o nome que tornou conhecida Ella Gwendolen, que nasceu faz hoje cento e vinte anos (1890-1979), é Jean Rhys. Em 1966, Um Vasto Mar de Sargaços, que nos transporta à primeira metade do século XIX (na Jamaica) foi uma surpresa literária mais do que agradável; Rhys, que nascera na bela ilha de Domínica (nas Caraíbas), captara a essência mais destrutiva da vida colonial e falara da sua grande solidão feminina, do desapontamento amoroso e do poder da memória. Depois disso desapareceu. Voltou episodicamente; a sua fragilidade nunca desmentiu a grandeza do seu livro.

[Na coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.