Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quem governa?

por FJV, em 11.07.10

Se o Ministério da Cultura tinha detectado que o Director-Geral das Artes lhe era infiel, tinha-o demitido na primeira oportunidade porque, lamentamos muito, um Director-Geral tem de executar políticas, criar consensos e resolver problemas. Deixando que ele se demitisse primeiro, só mesmo o silêncio lhe calhava bem. Em vez de controlar os danos, o MC procedeu ao alargamento de danos antes de contratar alguém «do meio» para tentar calar desafectos. É a doutrina do apaziguamento perpétuo.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.