Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O cantinho do hooligan. Enganos, fonética & fonologia.

por FJV, em 18.02.10

1. No princípio do jogo, comentador tinha o calendário sabido: depois de passar esta eliminatória, o Benfica tem o jogo com este e com aquele, depois é o sorteio e tal, foi bem vista esta antecipação com a U. Leiria, etc., bem pensado, bem pensado. No fim, o homem criticava o Benfica porque se prejudicou com uma pose de vencedor prematuro, de superioridade, etc. Às vezes, nem é o Benfica, portanto; são mesmo eles, que nem disfarçam.

2. Na rádio é mais claro. Os narradores e comentadores transformam o Benfica num clube de vogais abertas e consoantes brutas: antigamente eram Cámácho, Mákukula, Dávid Suázo, Máxi, Nuno Ássis. Depois Dávid Luiz, Di Máría, Cárdozo, Rámires, Rávier Sáviola, Rávi Gárcía, Páblito Áimár.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.