Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Tomas.

por FJV, em 02.02.10

 

Tomas Eloy Martínez – que morreu ontem – era um cavalheiro sul-americano, autor de dois livros admiráveis: ‘Santa Evita’ e ‘Cantor de Tango’, entre outros. Conheci-o quando já estava minado pela doença, mas sem ter perdido o extraordinário talento de contador de histórias. Mais do que isso: inventor, efabulador, narrador. São coisas diferentes – as histórias de Tomas encontravam sempre uma ligação à história amarga ou aventurosa do seu país e aos delírios que produziu. A Argentina tem autores desses, como Juan José Saer ou Belgrano Rawson (para não mencionar Bioy Casares, Borges, etc.) que encaram a dimensão do seu território como um cenário para todas as fantasias, por mais dura que seja a realidade. É isso que os torna sedutores: não serem evangelizadores mas escritores.

[Na coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.