Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para os tempos de crise, 3.

por FJV, em 25.11.09

É uma das piores raças: os enochatos. O vinho e a sua temperatura, o copo ideal, a colheita, a cortiça, ah bebi um assim em Valladollid quando ia a caminho de Bilbau (ia visitar o Guggenheim), os jantares de degustação, o Can Fabes (ah, mas eles odeiam Santi Santimaría, tão plebeu) e Ferran Adrià (ah, a tortilla com espuma de batata em vez de batata, que descoberta do caralho, uma espécie de Nestum de batata mas sem açúcar), aroma de aroma de amora, taninos fortes, um vinho único com explosões de carqueja e final de boca de abacaxi, uma gota extenuante, este para a entrada, aquele para primi piatti, o outro para secondi, por aí fora, palatos que debicam agnolotti ricotta e spinaci decorati con ravanelli ou as pataniscas de bacalhau aromatizadas com caril de Madras (de Madras!), ou ainda o finíssimo coulis de tomate fresco com manjericão e arroz Basmati com gambas, bom para um vinho confitado em azeite de ginja com molho de amêijoa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Hugo Mendes a 23.09.2011 às 13:53

Meu caro,
Está gira a caricatura, parabéns.
Não posso contudo deixar de lhe deixar o reparo:
À semelhança de muitas revistas especializadas em enochatisse, mistura numa mesma malga a apreciação de vinho e a apreciação culinária. Não são a mesma coisa. Ambas são chatas, feitas por gente sem graça que, no limite olímpico até coexistem na mesma e enfadonha pessoa. Mas não é a mesma coisa.
No resto, digo-lhe que felizmente o mundo já girou mais um pouco desde que pôs os olhos nesta gente a ultima vez e, já vai aparecendo aí pela net (até na tuga) ideias bem engraçadas de mostrar o vinho e até, a tentativa (frustrada?) de que este deixe de ser uma coisa chata (não é o meu caso, confesso!).
Obrigado
Forte Abraço

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.