Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma seita tresloucada.

por FJV, em 11.04.17

Tal como o PCP não condenou a invasão da Checoslováquia em 1968, com o argumento de que os tanques da URSS se tinham deslocado a Praga para defender o socialismo contra hordas de estudantes reacionários, também aquele extravagante grupo espanhol, o Podemos, se recusou a condenar o “golpe constitucional” venezuelano que deu em bronca. Lembram-se os leitores? O Supremo Tribunal decidiu revogar as competências do parlamento eleito e chamá-las a si; o mundo inteiro protestou; o Podemos não (aliás, pulou de contente). Mas não é bem isso que interessa, e sim a falta absoluta e notória de indignados nacionais para protestarem contra os sucessivos atropelos da ditadura venezuelana, que promete despedir funcionários que se saiba serem “da oposição”, que ordena prisões arbitrárias e que multiplica a pobreza do país a cada dia que passa. O chavismo – “o socialismo do século XXI” – foi fabricado, armado e caucionado por ideólogos europeus, namoradinhos da “revolução permanente”. Agora, transformou-se numa seita tresloucada e estapafúrdia que a esquerda desculpa com brandura, encolhendo os ombros.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005