Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por FJV, em 13.04.06
||| Dia 19 de Abril, uma vela onde quer que seja. 2.
Sobre este post e alguns comentários entretanto surgidos. Creio que algumas pessoas não entenderam a natureza da expressão «e isso é uma coisa que não se discute. Que nem sequer está em discussão» com que terminava o post. Mas explica-se facilmente: não estou na disposição de discutir com ninguém a ideia de eu acender uma vela em homenagem às vítimas do Pogrom de 1506 e da Inquisição portuguesa. Eu vou. Não obrigo ninguém a ir. Não exijo que ninguém vá. Pedi a alguns amigos que me acompanhassem. A minha decisão é puramente individual, e quando escrevo «nós vamos» refiro-me aos que vão e querem ir. Portanto, não estou disposto a discutir aquilo que a minha liberdade individual e as minhas opções e crenças me levam a fazer.
Aliás, não entendo nem a natureza da discussão nem o seu objectivo.

E sim, chamo abjectas às posições, manifestadas aqui e ali, que levantam dúvidas sobre a natureza relativa do massacre. Isso é abjecto. Releva da pura ignorância. São idiotas.

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De joe indian a 18.04.2006 às 21:55

Nós vamos. Vamos de bicicleta, à noite, a partir das 20:00, quando a luz das velas se vê melhor e há menos bulício nas ruas para melhor lembrar o que é triste e nos envergonha.
Sem imagem de perfil

De sabine a 15.04.2006 às 15:16

Caro Francisco:
É só para dizer que compreendo a sua posição em relaçãop a este caso.
Boa Pascoa.
Sem imagem de perfil

De Luís Bonifácio a 14.04.2006 às 20:06

A que horas é?
Sem imagem de perfil

De sexlibris a 14.04.2006 às 16:22

Desculpem-me os demais, mas tenho de usar esta linguagem:
LNT: está a fazer cocó fora do penico, e ainda não se apercebeu, e ninguém teve até agora a coragem de o avisar. Isso diz muito da qualidade dos seus amigos.
Por isso, quando se admirar novamente ao espelho como grande moralista, e desenhar pasmo na cara deles (os seus amigos), está na altura de desembrulhar a suspeita: isso pode significar que o LNT não é tão interessante e indispensável à humanidade quanto se julga.
Lamento, mas acovardo-me; sabendo haver perseguidores assim da imoralidade (e falta de juízo, talvez juízo maçónico..., mas isso é outra guerra), com vontade de publicamente reger o meu pensamento e o de outros, não me resta senão acovardar-me. Vou até comprar fraldas, se as houver para o meu tamanho, pois se me aparece um LNT - de noite ou mesmo de dia - garanto que me borro todo.

Voltando ao tema, depois da higiene feita.

Quem tem sensibilidade vai fazer o que lhe apetecer, com naturalidade. Quem tem a necessidade imoderada de julgar os actos e as motivações dos outros, muito preocupados com o que podem pensar sobre eles próprios, vai ironizar das velas e da longinquidade da dor e culpa, da forma e do conteúdo, da hermenêutica, da propedêutica e da maiêutica.

Como não têm vida própria, têm de intrometer-se na dos outros.
Sem imagem de perfil

De LNT a 14.04.2006 às 02:07

Tenha juizo Sexlibiris, honesto anónimo.
Não se acovarde.
Sem imagem de perfil

De sexlibris a 14.04.2006 às 01:27

Detesto quando penso entrar numa caixa de comentários civilizada(de "intelectualóides" com juízo e honestos) e entro num caixote do lixo...
Este ousado e dotado pensador (LNT) deve estar com falta de audiência no seu próprio blog, esta é a mais banal das deduções, mas não resisto a registá-la.
Francisco, depois de escrever:
"... não entendo nem a natureza da discussão nem o seu objectivo", esta caixa de comentários deveria estar aferrolhada.
Porque não se deu ao trabalho de ensinar boas maneiras a criancinhas sem discernimento e,
porque este bastardo sem estirpe merece ser imergido num lodaçal idêntico à sua expressiva inteligência, atrevo-me a deixar aqui o meu endereço de email

loonyland@iol.pt

para que este bárbaro e superlativo reitor das consciências tenha para onde enviar os seus fecais comentários.

LNT, os deuses devem tê-lo parido (sim, a si) a partir de uma costela
divina. Eu acredito que estava completamente ébrio quando escreveu o seu comentário, mas se quiser comprovar a sua honra e sobriedade, confessando a sua imbecilidade, o endereço de correio foi revelado exactamente para isso.
Vá, não se acovarde.
Sem imagem de perfil

De LNT a 14.04.2006 às 00:37

A pior idiotice é quando um idiota intelectualóide tem pretensões de chamar aos outros idiotas.
Tenha juízo e seja honesto
Sem imagem de perfil

De al cardoso a 13.04.2006 às 22:30

Eu aqui, nesta longissima terra da America, farei nesse dia uma prece, para que factos destes nao voltem a acontecer, e acenderei uma vela, em minha casa.

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005