Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por FJV, em 23.10.07
||| Insultos nos blogs. Bloggers, comentadores e usurpadores.
Notícia no El Pais:
«Insultos, comentarios ofensivos o incluso publicidad engañosa. Mensajes que buscan intencionadamente provocar la reacción del autor del blog o de los otros comentaristas. Son los llamados troll, y buscan desde divertirse hasta molestar al blogger o desviar la discusión que se está manteniendo. El mundo blog, el universo que ha permitido a millones de personas compartir opiniones, aportar datos o explicar sus vivencias personales, empieza a mostrar su lado más vulnerable. Los casos de juicios por injurias, acoso, problemas empresariales aireados, empiezan a proliferar. Y la impunidad de la que se ha gozado hasta ahora empieza a resquebrajarse.»
A reportagem merece e deve ser lida. Os bloggers serão, a curto prazo, os responsáveis pelo teor dos comentários afixados. Por outro lado, o insulto passa a ter um preço.
[FJV]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Paula a 26.10.2007 às 04:19

Esta é uma discussão difícil. De todo o modo, penso ter que existir alguma forma de moderar abusos. Até porque é muito fácil criar na blogosfera um ambiente de reacção em cadeia de insultos. Talvez mais fácil do que em qualquer outro lugar.
Se optarmos pela responsabilização acrescida, podemos não resolver o problema de forma profunda (isso implicaria outros processos bem mais difíceis de pôr em prática) mas talvez seja possível criar um ambiente mais saudável e retirar à blogosfera esta quase dimensão de "terra de ninguém".
É apenas uma opinião.

Obrigada, FJV. Por este seu óptimo espaço.
Sem imagem de perfil

De JPG a 24.10.2007 às 16:06

Caros Hugo e Luís Eme,
Na minha opinião (evidentemente, e apenas isso), pretender-se "controlar" o que se diz em comentários, responsabilizando-se por estes os "donos" dos blogs, é tão ridículo, absurdo e impraticável, como responsabilizar o dono de uma casa por tudo aquilo que as suas visitas possam dizer, na sua sala-de-estar, entre dois canapés.
Além de perfeito disparate, essa tentação securitária seria um perigoso precedente: a seguir a isso, deveremos nós, por exemplo, denunciar o "energúmeno" que chamou "camelo" a um membro do Governo, no elevador lá do prédio ou num transporte público?
Quaisquer medidas "higiénicas", na blogosfera ou na internet, serão sempre facilmente ultrapassáveis e servirão apenas para, como de costume, não beliscando sequer os prevaricadores, limitar, vigiar, controlar as pessoas de bem. A educação e o civismo não se instalam, instilam ou adquirem nem por decreto nem, muito menos, através de repressão. Não sendo possível responsabilizar o troglodita que escreve numa parede uma atoarda, iremos agora assacar culpas ao proprietário da parede?
Ridículo.
Sem imagem de perfil

De Rui Vasco Neto a 24.10.2007 às 12:25

caríssimo FJV:

viva a blogosfera (só por te ter encontrado).
e obrigadinho pela dica (espreita http://setevidascomoosgatos.blogspot.com)
diz alguma coisa
grande abraço

rvn
Sem imagem de perfil

De Viandante a 23.10.2007 às 20:44

Concordo inteiramente com luis eme
Sem imagem de perfil

De Luis Eme a 23.10.2007 às 17:31

33 anos depois de Abril, ainda há tanta confusão sobre a palavra Liberdade...

Liberdade será tudo, menos dizermos (ou fazermos) o que nos apetece, sem respeitar os outros.

Essa coisa que alguns teimam em confundir com liberdade, chama-se libertinagem.

Acho que todos sabemos, que mais tarde ou mais cedo, vai começar a haver responsabilização neste mundo da blogosfera. Só a "malta" que costuma passar pela blogosfera para insultar e denegrir os outros, é que ficam a perder. E esses, não me parece que façam falta.
Sem imagem de perfil

De Hugo a 23.10.2007 às 17:31

Não é nesse sentido que me refiro: cada blogger é responsável pelo que conteúdo que disponibiliza (isto é, publica), seja em post seja em comentário.
No caso das aprovações pode haver, eventualmente, aquilo que sói designar-se como concurso de culpas.
Sem imagem de perfil

De JPG a 23.10.2007 às 16:38

Vendo a coisa pelo lado mau, no dia em que isso suceder (os bloggers passarem a ser "responsáveis pelo teor dos comentários afixados"), a blogosfera morre, enquanto espaço de livre expressão.
Vendo a coisa pelo lado bom, nesse mesmo dia desaparecerão para sempre todos os sistemas de comentários ou, no mínimo, aqueles que não permitem "moderação" e/ou aqueles que apenas admitem comentários de pessoas "identificadas".
Vendo a coisa por outro lado (qualquer serve), se tão peregrina ideia for avante, então a seguir é necessário liquidar o correio electrónico (porque, parece, também por essa via há insultos e bacoradas sortidas), o correio em papel (idem), as portas das casas-de-banho, a má-língua e as conversas de café; depois disso, para que de vez se extirpem do planeta os "trolls" e os irresponsáveis, ainda será preciso acabar com o anonimato em geral e com a pseudonímia em particular. E, já agora, acabe-se também com as "bocas" (as foleiras e as da reacção), com os piropos (que já são crime em Inglaterra), com os trogloditas da imprensa ("tipo" The Sun ou 24 Horas), enfim, com tudo aquilo e com todos aqueles que fazem do insulto - gratuito - o seu modo de vida ou o seu entretém desenfastiante.
Só então, de facto, o insulto - gratuito ou dispendioso - passará a ter um preço.

(Adenda "juridicamente" técnica: os bloggers apenas podem ser responsabilizados pelos comentários que aprovaram para publicação; e não existe "legislação" alguma que os obrigue a não prescindir da moderação de comentários...)
Sem imagem de perfil

De Hugo a 23.10.2007 às 16:17

Só uma "adenda": Em temos puramente técnicos (leia-se, jurídicos), os bloggers já eram responsáveis pelos comentários que afixavam, bem como pelos conteúdos que publicavam.

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005