Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Notícias do bloqueio.

por FJV, em 12.06.08

Os protestos dos camionistas ou do ‘movimento paralisação’ são coisa branda e melíflua. Se quisessem paralisar o país, vinham para a porta das cidades e impunham um cerco decisivo às classes médias – assim, basta-lhes reeditar a ideia dos ‘piquetes’ e penalizar o abastecimento a quem tem de ir ao supermercado ou à bomba de gasolina, gente remediada. É uma hipocrisia, um protesto quase invisível e em lume brando. Eles sabem que, desta maneira, Sócrates não lhes manda a polícia – mas reconhecem que estão "a causar problemas ao país". A questão é que muitos dos socialistas que hoje frequentam as salas do poder estiveram na Ponte 25 de Abril a apoiar o bloqueio de 1995, colaborando com a revolta dos camiões e o cerco a Lisboa. Se lhes apetece usar a lei, o passado impede-os.

[Da coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De MFerrer a 12.06.2008 às 09:49

Nesta crise dos transportes, quando muitos pediam até medidas contra o normal funcionamento da democracia e a intervenção sobre a Galp, ou a pura e simples renacionalização...
A estratégia conduzida pelo governo, a enorme paciência de que deu mostras, a racionalidade das suas propostas, e sobretudo, o facto de que não teve que recorrer a medidas extremas ou à repressão policial tão amplamente sonhada e pedida por muitos sectores, permitiu uma assinalável, uma enorme vitória que vai constituir um marco na governação com valores e com sensibilidade social.
Foi a vitória da democracia sobre a arruaça.
Tudo ao contrário do desejo dos que, repetidamente, sonharam com escorregadelas repressivas e ou soluções fáceis ao nível da desorçamentação das Contas Públicas e do abandono dos princípios de gestão da coisa pública.
Foi a salvaguarda dos esforços dos portugueses para manterem uma linha de rumo racional.
Finalmente foi gigantesco o contributo que estas actitudes deram para a definição de medidas sociais na Europa e, vejam lá, para o ganho do Sim na Irlanda: É que as imagens da repressão violenta quer em França, quer em Espanha, desgastam a confiança nesta Europa que todos os dias se constroi. Hoje, na Irlanda com o Tratado de Lisboa. Era bom que ganhasse o Sim e o Não fosse derrotado, lá como cá, por KO
Terminaram os sonhos dos que ansiavam ver o PS deitar fora os votos juntamente com cargas policiais!
Sem imagem de perfil

De Fernando Antolin a 12.06.2008 às 15:13

Caro MFerrer, obrigado,mil vezes obrigado, por me ter feito ver a LUZ!! Eu, pobre incréu, que estava cego perante a OBRA magnífica,este acordo BRILHANTE, em suma este Governo de verdadeiros DEUSES,que condescendem em nos dirigir. Mais uma vez,obrigado.

P.S- vá tomando os comprimidos,sim...?
Sem imagem de perfil

De MFerrer a 28.06.2008 às 22:05

Esteja à vontade. Até aprecio um bom naco de ironia.
E esteja tranquilo que não sou o único a perceber as vantagens de ter um governo QUE GOVERNE E QUE TRANSFORME O PAÍS.
SEI, NÃO É ESSA A SUA PREOCUPAÇÃO.
MFerrer
Sem imagem de perfil

De Jose Luis a 12.06.2008 às 15:14

Palavras bonitas...
Não me lembro de ter sido convidado a promunciar-me sobre o tratado de Lisboa... Devia de estar fora...

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005