Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 27.04.07
||| Fragmento. Cecília Meirelles.












«Às vezes abro a janela e encontro o
jasmineiro em flor. Outras vezes
encontro nuvens espessas. Avisto
crinças que vão para a escola. Pardais
que pulam pelo muro. Gatos que abrem
e fecham os olhos, sonhando com
pardais. Borboletas brancas, duas a
duas, como refelectidas no espelho do ar.
Marimbondos que sempre me parecem
personagens de Lope de Vega. Às
vezes um galo canta. Às vezes um
avião passa. [...]»

[Reprodução de um quadro de Tarsila do Amaral]

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005