Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por FJV, em 06.04.06
||| Mal dormidos.
Esta polémica sobre a taxa de alcoolemia devia ser acompanhada com cuidado e atenção. Recordo que a idêntica polémica ditou mais um dos fins do governo de Guterres (que, na altura, esfaqueou Nuno Severiano Teixeira, seu ministro da Administração Interna, cedendo «à corporação do vinho»). Evidentemente que a questão, aqui, não é a de tecer comentários sobre o proibicionismo, mas sobre o controle da taxa existente ou da que venha a existir. Não me incomoda que a taxa seja fixada num valor mais baixo; defendo, aliás, que a taxa para condutores profissionais deve ser de 0,0%. É absurdo que se desculpem condutores alcoolizados, e a chamada «cultura vitivinícola» não tem nada a ver com o assunto.
Evidentemente que a inabilidade política de Ascenso Simões foi notória, misturando-se a uma subtil forma de chantagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De onaviodeespelhos a 07.04.2006 às 11:38

Qual a palavra mais bela da língua portuguesa?
Em:
www.davidasecretadaspalavras.blogspot.com
Sem imagem de perfil

De joao a 07.04.2006 às 02:59

Começo a acreditar que, com este zelo proibicionista, o melhor seria criar em Portugal um ministério para a proscrição do vício e promoção da virtude. Ascenso Simões é, por certo, um belíssimo candidato à titularidade da pasta: tem alma de inquisidor e encontra facilmente bodes expiatórios - o que,aliás, é notório nesta "obsessão vitivinícola", em que, inter alia, se esquece que há álcool para lá da uva fermentada...
Sem imagem de perfil

De António Joaquim a 07.04.2006 às 00:24

Por acaso acaso gostava de saber por que distingue condutores profissionais dos outros. Se a taxa legal actual é boa para não profissionais deve sê-lo também para os profissionais. E vice versa. Ou não? Cumprimentos.
A MAtos Rodrigues
Sem imagem de perfil

De maloud a 06.04.2006 às 18:18

O Ascenso Simões está tolo. Ele que é do Douro não percebe nada de consumo de vinho, de alcolomia, nem de prevenção de acidentes. Deixe a taxa em paz, compre menos radares e fiscalize os bêbados e as manobras perigosas. Mas principalmente esteja calado. Deixe falar o da Agricultura que tem outro bom senso.
Sem imagem de perfil

De al cardoso a 06.04.2006 às 15:50

E porque e que e o vinho tem que ser penalizado? sera que so este e culpado? ou estamos a protejer a cerveja e as bebidas ditas brancas, que por sinal sao muito mais alcoolicas.
Deveria isso sim, este e todos os governos, promover o consumo responsavel do vinho, mas talvez haja por ai algum lobi escondido.
Sem imagem de perfil

De The CODICE a 06.04.2006 às 13:53

Olá, venho por este meio publicitar a nossa banda: os The CODICE... banda trash metal do momento! Agradecíamos a vossa visita ao nosso espaço pois estamos a começar, e a vossa força é importantíssima. www.thecodice.blogspot.com... Muito obrigado!
Sem imagem de perfil

De Manuel A Santos a 26.09.2008 às 23:16

Bem podem falar mal do homem. Passados três anos já foi Secretario de Estado da Administração Interna, SE da Protecção Civil e é agora SE do Desenvolvimento Rural. Quem diria? E fez mau trabalho? De todo. Nota-se a sua capacidade e habilidade Técnica e política. A taxa foi uma inflecididade...
Vai longe o homem...
Manuel A Santos

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005