Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 06.08.06
||| O estranho mundo de Garp.
Não percebo por que razão a direita há-de convocar um congresso, ou lá o que for, chamando-lhe «estados gerais». Lembram os Estados Gerais de Guterres. Mas lembram também os Estados Gerais do «ancien régime». E os Estados Gerais do jacobinismo. Ou seja: como foram lembrar-se disso?

Garp, o personagem de John Irving (The World According to Garp, traduzido em português como O Estranho Mundo de Garp), não tem nada a ver com Ribeiro e Castro. Garp era um personagem fantástico na literatura e uma pessoa formidável na vida real. Ele soube que era preciso mudar a cabeça antes de mudar de linguagem.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005