Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por FJV, em 15.06.06
||| Estão doidos.
A Folha anuncia que Ruy Carlos Ostermann, «biógrafo do técnico Luiz Felipe Scolari, provocou uma crise na seleção portuguesa ao declarar, ao Jornal de Notícias, que a federação local vetou a convocação do goleiro Vítor Baía desde que o treinador brasileiro foi contratado». O manda-chuva Madail diz, à boa maneira de Madail, que «se o objetivo desse senhor [Ostermann] é o de desestabilizar a seleção nacional, então posso lhe assegurar que não irá conseguir». Deve ser piada, piada muito forte. A Folha diz que «Scolari não quis comentar o caso». Informação adicional: Ostermann é um dos melhores amigos de Felipão em Porto Alegre. Foi a ele que deu a grande entrevista exclusiva depois do Mundial de 2002.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Mario Pai Natal a 16.06.2006 às 09:34

"...desestabilizar a selecção...". Está espectacular!
Sem imagem de perfil

De Milton a 16.06.2006 às 03:16

Adendo: chamar o Ruy de "biógrafo de Felipão" parece piada a quem conhece o professor Ostermann. É enorme redução.
Sem imagem de perfil

De NUNO FERREIRA a 15.06.2006 às 18:02

De certeza que quem ver Portugal a ganhar no sábado e a jogar bem não tem interesse nesta piada, piada muito forrrrte...Não têm mais nada com que se entreter. Subam e desçam a Torre dos Clérigos...:)
Sem imagem de perfil

De cafajeste a 15.06.2006 às 15:17

então porque é que aquele grande burro disse que o Baía não era o melhor GK português?
Sem imagem de perfil

De LaPalisse da Silva a 15.06.2006 às 12:59

O "folhetim" de São Victor Baía começou por ser um Escândalo.
Que de tão emotivo passou a Drama.
Sendo na realidade uma Farsa.
Haverá ainda pachorra para continuar a ouvir a Lenga-Lenga ?
Sem imagem de perfil

De Rogério a 15.06.2006 às 04:37

O Ruy andava reclamando do assédio dos jornalistas portugueses que buscavam dele informações que o Felipão não dava. Não sei até onde tem fundamento esta história mas posso assegurar que o texto transcrito no jornal português foi 'traduzido' do brasileiro. O Ruy não fala 'se calhar', 'ao de cima' (virá à tona), 'guarda-redes', 'de má memória', etc.
Se falou alguma coisa foi para dar um pouco mais de lenha para o vosso incêndio...
Sem imagem de perfil

De Milton a 15.06.2006 às 01:06

Cada bobagem... Imagine!

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005