Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por FJV, em 07.09.05
||| Debate sobre a «conveniência estratégica» da venda da TVI a espanhóis.
Nos comentários ao post Capital estrangeiro há algumas posições a debater.

# «A estrangeirização da TVI fará com que o nível qualitativo da televisão portuguesa suba uns pontos.»
# «O problema não é ser capital estrangeiro, é ser "capital" espanhol. Os países pequenos têm de se proteger das tendências económicas e culturais hegemónicas dos seus vizinhos. Até o Canadá faz o mesmo com os EUA. [...] Lembre-se que o pior "imperialismo" é sempre o mais próximo. Portanto, venda por venda, prefiro que seja a RTL a ficar com a TVI. Porque a Alemanha não exerce a pressão económica e cultural que a Espanha exerce sobre Portugal.»
# «O que tem o estado a ver com o que dois privados desejam fazer com as suas empresas?»
# «Pior que o capital estrangeiro é a falta de imaginação nacional.»
# «Este negócio foi instigado pelo governo socialista. Por vontade do PS a Lusomundo Media teria sido vendida à Prisa, mas como a venda foi deliberada no tempo de Santana Lopes, não tiveram hipótese. O mais que puderam fazer foi congelar a compra da Lusomundo Media pela Controlinveste, até encontrarem a solução Media Capital. Na mesma semana em que foi anunciada a venda da Media Capital à Prisa, a Autoridade para a Concorrência autorizou a compra da Lusomundo Media pela Controlinveste, após meses de "espera". Que coincidência tão conveniente...»
# «Se vier o capital espanhol, isso quer dizer que vamos ter a Moura Guedes outra vez vestida de bailarina de flamenco, como naquele programa de aniversário da TVI?»

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De Ministério Público a 15.09.2005 às 12:07

http://IDADEDOFERRO.blogspot.com
Sem imagem de perfil

De Ministério Público a 15.09.2005 às 12:07

Isto é tudo uma treta, esta história da TVI: Porque é que não começamos a vender todos as nossas mãezinhas para dar um empurrão à retoma?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.09.2005 às 00:25

O Luís Bonifácio tem razão a TV Espanhola é 1.000 vezes pior que a nossa e, imaginem, consegue ainda ser pior que a TVI (a dos queixumes, brother's, quintas e etc.....), portanto....estamos conversados...vai dar dinheiro......que interessa o resto; pouco inteligente é o outro......

Um abraço

Severino
Sem imagem de perfil

De Luís Bonifácio a 07.09.2005 às 13:48

Caro "destaques a amarelo", efectivamente os gostos não se discutem. Tal como você existem milhares de Portugueses que desejariam, tal como em Espanha, ter as televisões TODAS, a passarem 8 horas de noticias diárias sobre Lili Canças e Companhia Limitada.
Televisão Espanhola com um mínimo de Qualidade só conheço o "Canal Sur"
Sem imagem de perfil

De Sérgio Aires a 07.09.2005 às 13:00

Caro Luís Bonifácio: falar da TV Espanhola desta forma não me parece, no mínimo, justo. Como saberá não existe "TV Espanhola" mas sim vários canais de televisão espanhóis. A venda da TVI a um grupo espanhol (ou outro qualquer) e que hipoteticamente possa ter a mesma má qualidade (conceito sempre relativo) de algumas cadeias de televisão espanhola não irá necessariamente pôr em causa a qualidade dos outros canais portugueses. Parece-me que quem precisa de alargar horizontes é quem resume a má qualidade de um canal a todos os canais de televisão de um país.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.09.2005 às 12:38

Não querendo monopolizar os comentários, mas apenas terminar o meu raciocínio, e voltando ainda mais atrás no tempo, recordo que o PS teve muito a ver com a decisão da Portugal Telecom vender a Lusomundo Media. Lembro-me perfeitamente da campanha política montada contra os órgãos de comunicação social da Lusomundo Media, em especial contra o Diário de Notícias. E de resto bem aproveitada pela concorrência...

Lembro-me perfeitamente da exigência de José Sócrates, ainda como líder da oposição, para que a Lusomundo Media saísse da esfera do Estado, ou seja da PT, quando foi o governo PS de Guterres que "nacionalizou" a Lusomundo Media.

Lembro-me que foi na sequência da saída de Marcelo Rebelo de Sousa da TVI, que a oposição aproveitou para tocar na posse indirecta de meios de comunicação social pelo Estado, que antes lhe tinha dado tantos proveitos.

Termino, reafirmando que as coisas estão relacionadas, e que o PS pretendia que a Lusomundo Media fosse comprada pela Prisa, mas como não estava no poder na altura não pôde "influenciar" a decisão da PT. Mas pôde agora arranjar a Media Capital.

É assim que se fazem as coisas em Portugal, e não me venham dizer que é apenas o mercado a funcionar e que se trata de um negócio normal, porque não é. É sim um escândalo político muito pior que a saída de Rebelo de Sousa da TVI, e estou à espera que os senhores jornalistas façam o seu papel.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.09.2005 às 11:37

Para além do que disse ontem acerca da minha posição ser contra o negócio Media Capital-Prisa, gostaria de acrescentar que acho muito grave a instigação do governo e do PS a este negócio. Não compreendo a passividade dos media portugueses, sempre tão exigentes com George W. Bush, ou escandalizados com o mensalão no Brasil. Não querem, ou não podem, expôr os podres de Portugal? Qualquer destas hipóteses é perturbante...

Já é suficientemente grave a ingerência política em empresas privadas. Mas quando se trata da comunicação social, e da venda de um activo de maioria de capital nacional, é ainda mais grave. Até por que se trata de influenciar a informação de um canal de televisão, uma vez que a Prisa pertence a socialistas espanhóis. Domesticar a "informação" tablóide da TVI, que tanto desgastou os governos PSD/CDS, vem mesmo a calhar para o PS...

Mas o que isto demonstra também, é a falta de escrúpulos do PS, que não hesita em brincar com os interesses do país (que também passam pela posse de empresas privadas "sensíveis") para os seus interesses políticos imediatos. Ou será que existe uma estratégia Iberista escondida, patente também nos projectos da regionalização, TGV e OTA? Inclino-me mais para o Iberismo escondido, e não sou "fã" de Alberto João Jardim. Apenas vejo "coincidências" políticas nacionais em demasia, e uma estratégia indirecta da Espanha sobre Portugal em demasiadas áreas, destinada a menorizar política, económica e culturalmente o nosso país.
Sem imagem de perfil

De nils a 07.09.2005 às 10:55

Após o curso de comunicação social e um ano a trabalhar na área, foram-me postos entraves, quem sabe incontornáveis, na obtenção de uma Carteira Profissional de Jornalista. A minha vontade é ir trabalhar para a Prisa (Grupo Económico e não estabelecimento prisional) e tornar-me jornalista...espanhol. Terei, ainda por cima, que me filiar no P.S.?
Sem imagem de perfil

De Luís Bonifácio a 07.09.2005 às 09:07

Am aior parte destes comentários é feita por pessoas que nunca viram Televisão Espanhola.
Dizer que com a venda da TVI ao PSOE, a qualidade vai subir ou tcer criticas à falta de imaginação nacional, revela que o que conhecem do mundo se limita ao quarteirão onde vivem.

Vamos fazer um Teste:
Lembrem-se do pior programa televisivo que viu em Portugal. Agora realizem um exercício titânico - Imaginem um programa 100 vezes pior.
O Resultado é uma Televisão Espanhola

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005