Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 12.10.06
||| Gramática.
Estou desde há umas horas a ler alguns dos elementos de uma nova gramática do português (e fui ao Diário da República) que entra nas escolas com a designação de Terminologia Linguística para os Ensinos Básico e Secundário, disponível aqui. Recomendo vivamente a TLEBS para momentos de optimismo histórico em geral e, se se encontrarem diante de uma dificuldade podem tirar dúvidas online. Por exemplo: nome comum concreto, contável, não humano, animado, epiceno, sabem o que é? Pois tratem de saber. Vejam só a lógica fantástica que preside à designação oração ou frase. Entretenham-se, entretenham-se. Só agora começou. Gostei de ver que, em matéria de semântica frásica, os nomes uniformes podem ser, quanto ao género, epicenos, sobrecomuns e comuns de dois; vagueei pelos verbos auxiliares aspectuais e pelas frases subordinadas substantivas completivas; e, em matéria de propriedades semânticas dos grupos nominais, diverti-me com os nomes não contáveis não massivos e, mais tarde, com a definição de modalidade epistémica ou deôntica. A vida é assim mesmo mas não sei se tem sentido desta maneira. Aprendam e habituem-se.

P.S. - Um pouco de má-fé não faz mal: quantos manuais vão preparar-se?

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005