Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por FJV, em 04.05.07
Fumo, 3.
Há uma razão impossível de rebater, nos argumentos anti-tabagistas: que o fumo do tabaco incomoda, que o seu aroma é incómodo, que a sua asma se ressente. Reconheço os argumentos de Fernanda Câncio; são imbatíveis. Quem se sente incomodado com o fumo do tabaco, sente-se incomodado com o fumo do tabaco. Poderíamos tergiversar acerca da história dos aromas ou dos cheiros nos últimos dois séculos, ou acerca da história da purificação do ar em ambientes fechados (ambas as coisas existem), mas a verdade é que quem se sente incomodado com o fumo do tabaco, sente-se incomodado com o fumo do tabaco. Nenhum fumador pode incomodar quem se sente incomodado com o fumo do tabaco. É, por princípio, um valor civilizacional; lembro-me sempre de gloriosos fumadores cheios de catarro que pediam autorização para fumar à roda de senhoras.
Mas essa ideia do «incómodo com o fumo do tabaco» levar-nos-ia a outros «incómodos». A discussão não teria fim. Mas é o único argumento civilizacional que reconheço.

PS - Apenas lamento que os amigos fumadores da Fernanda não sejam bem educados.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Blog anterior

Aviz 2003>2005