Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por FJV, em 02.09.05
||| Histórias de amor.













Às seis da manhã, a rua foi ocupada pela polícia. Dois carros bloquearam os passeios, ali a dois passos do Tejo. Oito agentes saem a correr e sobem as escadas do prédio até lá cima. Está uma luz clara, azulada, quase bonita. Ela tinha tentado degolá-lo. Ele defendeu-se atacando. A vizinhança tinha outra opinião, havia sexo a mais, chegavam tarde demais, de madrugada, vindos das Janelas Verdes, embriagados, cheios de nuvens na cabeça, se me entendem. Talvez fosse ele a empunhar a faca. Desceram com os agentes, havia sangue. Ela era bonita, ele também. Vinte anos. Pouco mais, se for. Ainda se ouviu uma pergunta, no meio da rua: «Levas o iPod?»

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Turno da Noite a 02.09.2005 às 23:42

Elas degolam-nos sempre, mesmo sem sexo a mais.
iPod? Vida com banda sonora!
Sem imagem de perfil

De Rui Pelejão a 02.09.2005 às 19:54

Degola alta
Sem imagem de perfil

De Luís Filipe Cristóvão a 02.09.2005 às 19:25

a cabeça sempre limpa, a chuva vem das nuvens
Sem imagem de perfil

De ivone ralha a 02.09.2005 às 17:21

Muito bonito... Apesar do iPod há coisas que nunca mudam...
Um abraço.
Sem imagem de perfil

De PP a 02.09.2005 às 15:36

não percebi...
Sem imagem de perfil

De Mário a 02.09.2005 às 11:46

Sò se pode sonhar durante o dia....

delicioso o pormenor do ipod, hoje em dia o amor/ódio já necessita de ajudantes ?
Sem imagem de perfil

De AEF a 02.09.2005 às 11:29

Maravilha!
Sem imagem de perfil

De alter-lego a 02.09.2005 às 11:13

Não será à toa que se diz que a música amansa as feras... ;-)

Comentar post




Blog anterior

Aviz 2003>2005