Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O cantinho do hooligan. Sérgio na Vila das Aves.

por FJV, em 26.11.17

1. Mau como as cobras — era e continua a ser assim, e é isso que o faz ser o eleito dos jogadores (uma irmandade que o defendeu de si mesmo em pleno relvado, no fim do jogo) e dos adeptos. Mesmo assim, vale a pena querer que mude parte do registo; ser mau como as cobras, mas nunca gastar as munições (o penálti sobre Danilo) na primeira frase. 

2. Há muitos anos que isto não acontecia no FC Porto (desde Robson, Mourinho e Villas-Boas, o que é injusto para Jesualdo e Vítor Pereira): pode empatar com um jogo fraco, mas Sérgio é o general e na próxima semana estaremos lá. Isto é adolescente, mas é assim. 

3. Os jogadores a rodearem Sérgio Conceição no final, impedindo-o de fazer a asneira prevista: a irmandade a funcionar. Foi isso que também o travou na flash, mas não o suficiente que o impedisse de mencionar os festejos do Aves.

4. O penálti sobre Danilo: evidente. Ponto final. Mas veja-se a falta assinalada ao primeiro minuto (uma carga sobre Ricardo, falta contra o FCP, a promessa do absurdo).

5. O FC Porto na Vila das Aves: muito fraco. Ponto final.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os rapazes: já nada os salva.

por FJV, em 26.11.17

Amsterdam, 1975.

«Cena corrente, mostra apenas que algo mudou, muito irá mudar, e eles vão perder. Nada adianta alertá-los, porque fariam de surdos, ou talvez me acusassem de pessimismo. Certo é que quando olho para os rapazes de hoje entristeço e digo para comigo: já nada vos salva.» Hoje, J. Rentes de Carvalho, na coluna de domingo do CM.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.