Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um homem de mau feitio.

por FJV, em 19.09.16

V.S. Naipaul, prémio Nobel em 2001, inglês nascido em Trinidad e Tobago (1932), de família indiana, vem esta semana e Portugal (ao Folio, festival literário de Óbidos); é uma personagem a ter em conta. Durante anos foi vituperado (palavra que abrange todos os insultos que teve de suportar) por antecipar, em livros e entrevistas, o planisfério do terror islamita e as ameaças que ele representava para a liberdade, passo a passo, degrau a degrau, cedência a cedência. As bandas do ‘politicamente correto’, que em Inglaterra dominam o espaço público de uma forma totalitária e (como sempre) agressiva, reagiram contra V.S. Naipaul – primeiro, acusam-no de ter “mau feitio” (um belo crime); depois, de ser racista e de, apesar do seu gene “multicultural” (ou de ter sofrido na pele o racismo), defender o colonialismo. Faltou pouco para lhe chamarem “perigoso sionista”, mas a cada livro seu nas montras seguia-se uma campanha negra para sublinhar o seu “preconceito anti-islâmico” num país onde as mesquitas radicais pregavam o ódio mais absoluto com a proteção das autoridades. Sim, ele merece ser ouvido (e lido) – é um homem de ‘mau feitio’.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds