Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Jogar à bola.

por FJV, em 12.07.16

Uma vitória no futebol não é a vitória do futebol – tal como o futebol não é apenas futebol, jogo de bola. O que ensina o futebol? Liderança e concentração; estratégia e sacrifício; gosto pelo talento e inteligência tática; observação e reclusão. Não é por acaso que os grandes livros atuais sobre futebol são usados como instrumentos de “políticas de liderança” (de Alex Ferguson a Jorge Valdano, para não irmos mais longe – Valdano, aliás, é um grande autor, o mais imitado hoje em dia), mais do que “lições sobre o sucesso” ou resumos de vitórias. Há no futebol, além disso, um certo gosto pela tragédia; uma parte do jogo de anteontem foi retirada a uma peça de Eurípedes sobre a necessidade de heróis e acerca deles. Nem faltou uma espécie de borboleta na face de Ronaldo, como uma predição da Úrsula de ‘Cem Anos de Solidão’. Nem uma ressurreição (duas, contando com a de Eder) e um combatente tão estóico e discreto como Patrício (por vezes, um futebolista é também um dramaturgo em ação). De certa maneira, Portugal foi como Prometeu, roubando a bola aos deuses – para jogar no meio do nosso bairro.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds