Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Sino da Islândia.

por FJV, em 18.06.16

Agora, que todos falam da Islândia, aproveito para relembrar a existência de um livro maravilhoso, ‘O Sino da Islândia’, de Halldór Laxness (1902-1998), de que há uma tradução portuguesa, pela mão afinadíssima de João Reis (edição Cavalo de Ferro, em 2012). Os acontecimentos descritos no romance datam do final do século XVII, quando a Islândia era propriedade da coroa dinamarquesa – que decide enviar à ilha um emissário (que é assasinado) para desmantelar e levar para Copenhaga o sino de Thingvelir, nome do vale – a sul de Reiquejavique – onde se teria formado o primeiro parlamento europeu (no ano 930). Ao mesmo tempo, Arnas Arnæus, um bibliotecário dinamarquês (mas de nacionalidade islandesa), procura na terra dos seus pais os fragmentos perdidos do Edda, o poema épico escrito há cinco séculos, uma das joias da literatura universal. Essa busca (e a investigação sobre a morte do emissário real) é um grande momento para qualquer leitor. O livro é um dos mais belos que li. Foi um dos motivos que me levou à Islândia, muitos anos atrás, e abriu a porta para conhecer um país raro e amável. Leiam-no, se puderem.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds