Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Marão.

por FJV, em 02.05.16

Foto Ronda dos Cumes Sagrados

 

A abertura do gigantesco túnel do Marão deixa-me feliz porque os transmontanos ficam contentes, mas sobretudo porque haverá menos trânsito à superfície, o que fará da viagem um percurso bem mais agradável para quem quiser apreciar a beleza da serra de Teixeira de Pascoaes. A vontade irresistível de regressar às obras públicas prolonga um dos equívocos do interior do país: que com mais “vias rápidas” chega o dobro da riqueza. Errado: sai o dobro da gente. Uma pessoa sobe a um pico de Armamar, por exemplo, e vê – dos dois lados do rio – o traçado de estradas a rasgar a paisagem, deixando-a escalavrada e coberta de betão. Ficou a gente mais rica, nasceram mais indústrias? Não; mas, dizem-me, é uma rica imagem do progresso da nossa terra, o que contenta um dos povos que mais aprecia obras, retroescavadoras, argamassa e paisagens dizimadas. O túnel do Marão facilitará muito as viagens de fim de semana até Vila Real e Bragança (bom para o turismo rápido), mas o destino de Trás-os-Montes sairá mais beneficiado com a subida do meu GD Chaves à I Liga do que com o orgasmo de betão que deixa os políticos a salivar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds