Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



«Evitando-se assim que as crianças sejam expostas a imagens de comidas altamente calóricas.»

por FJV, em 19.12.12

O problema é que Jamie Oliver prometeu comida mais saudável — e um grupo de investigadores vem declarar que as refeições prontas e congeladas têm menos calorias e menos gorduras do que os pratos que o rapaz prepara nos seus programas (estando ainda por esclarecer se uma alimentação saudável se pode aferir unicamente pelas calorias, ou pelo conjunto de pratos preparados, em que uns têm mais e outros menos calorias e gorduras, mas certamente terão mais vegetais frescos, por exemplo). Também Nigella Lawson leva que contar: as suas receitas têm todos os pecados (mas ao menos ela não esconde ao que vem: espalhar o pecado entre a população eleitora). O estudo, publicado no British Medical Journal termina alvitrando que os «programas dos chefs» sejam transmitidos a uma hora mais tardia para evitar que as crianças «sejam expostas a imagens de comidas altamente calóricas». Só aquelas imagens, convenhamos, destroem o equilíbrio de qualquer criança, que pode assistir a programas de violência, economia, semipornografia e linguagem desbragada – mas deve ser poupada à visão diabólica de um par de calorias dançando no meio de um prato, enlaçadas com uma proibida colher de manteiga. Podíamos falar muito mais sobre isto, claro, mas há limites para um dia de neblina, coisa que nos enche de apetite.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds