Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E.L. James

por FJV, em 03.12.12

Depois de a Time a ter incluído na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo, a revista Publishers Weekly designou-a como a personalidade do ano na área da edição. A inglesa E. L. James, podia ter resolvido a questão com um só livro, mas estendeu a vida de Anastasia e Grey para o nível da saga, já com três volumes que muitas mães de família têm à cabeceira. Além de milhões de leitores, ganhou o natural desprezo de muitos críticos e terratenentes da literatura. O argumento de As Cinquenta Sombras de Grey (Lua de Papel) retoma, para a literatura popular, o que aparece em clássicos do género (toda a paixão tem uma dimensão sadomaso) – e mostra às leitoras que as suas fantasias não são totalmente proibidas; mais: que são um antídoto contra a pornografia. Um perigo.

[Da coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds