Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mário Cesariny.

por FJV, em 29.12.10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Romance da Praia de Moledo

Canto da hora do banho

 

ó mar contente, tão frio

que o verde das ondas é neve

fazes meu corpo tão leve,

no ar, vazio!

meus seios, cabelos, tudo é brando!

na mão do mar talhado cerce

vou, como se a um velho comando

desobedecesse!

 

e raia de leve um sol macio

que ainda não amadurou

frio

de manhã forte e silente

as minhas mãos nem são de gente

são formas de água, de neve

sobre o maillot

 

Mário Cesariny, Manual de Prestigiditação

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds