Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A embrulhada.

por FJV, em 24.09.10

A este propósito («...a trapalhada do costume. E ainda não acabou.»), como se esperava, cá está a trapalhada: segundo o tal tribunal arbitral do desporto, Queiroz pode treinar.

Mas uma coisa me surpreende nesta peça: a Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP) anunciou a 30 de Agosto a suspensão de Carlos Queiroz por seis meses; esta semana, a ADoP, entretanto, acha razoável a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) e, segundo o Secretário de Estado, a mesma ADoP (a mesma que a 30 de Agosto suspendia Carlos Queiroz por seis meses) afinal «não tem nenhuma razão para impedir que o ex-seleccionador nacional possa exercer a sua profissão» enquanto não houver decisão final. Quando houver decisão final, que poderá levar vários meses, o caso terá prescrito. Nessa altura, a FPF despediu Carlos Queiroz, a ADoP despediu Carlos Queiroz – e Carlos Queiroz poderá (depende do acórdão do TAD) pedir uma indemnização à FPF e à ADoP, para aprenderem a não brincar com o tempo e o trabalho dos outros. É o que estão a pedir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O riso suave.

por FJV, em 24.09.10

Admiro muito o espírito, digamos, contemplativo do Luís M. Jorge. Ele filia-se numa espécie de riso suave que vem de Montaigne e passa pelos conservadores e liberais ingleses. Os seus posts sobre o TGV são antológicos – resumem-se nisto: nada que o tempo não venha acertar, corrigir, decidir com sensatez. Falta sensatez aos optimistas portugueses, como diria Roger Scruton no seu último livro, The Uses of Pessimism.

Autoria e outros dados (tags, etc)

É um exemplo apenas.

por FJV, em 24.09.10

Já passou a onda do «caso Queiroz». Mas esta peça dá conta do maravilhoso acerto da chamada justiça desportiva. Decisões duvidosas, recursos, acusações veladas de decidir em causa própria, acusações claras de decidir em causa própria para salvar a pele, arguidos condenados mas ilibados, a trapalhada do costume. E ainda não acabou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Série Literatura Geral. A poeira das bibliotecas.

por FJV, em 24.09.10

 

The Pains Of Being Pure At Heart, «Young Adult Friction»

 

“Between the stacks in the library

Not like anyone stopped to see

We came they went our bodies spent

Among the dust and the microfiche.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vichy.

por FJV, em 24.09.10

Vejo, aqui e ali, festejos sobre uma improvável «entrada do FMI». A ideia é que, «chegado o FMI», tudo correria com a disciplina orçamental da ordem e ficaria provada a incompetência do governo. Lamento desiludi-los, mas não iria ser assim; «chegado o FMI», o governo lava as suas mãos e diz, como lhe compete: «Era preciso haver disciplina orçamental e o FMI está cá; mas não somos nós, calma; são eles, os malvados, com o apoio dos inimigos do TGV; a responsabilidade não é nossa.» Os portugueses, além do mais, apreciam ligeiramente a ideia de um governo em Vichy.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds