Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



H.P. Lovecraft.

por FJV, em 22.08.10

Howard Phillips Lovecraft nasceu há 120 anos em Providence (onde viveu também Edgar Allan Poe, sua principal influência), a 20 de Agosto de 1890. H.P. Lovecraft é um dos génios da chamada “literatura de terror”, ou “gótica”, representada por títulos como Os Demónios de Randolph Carter, O Caso de Charles Dexter Ward, Nas Montanhas da Loucura – e na antologia, em quatro volumes, Os Melhores Contos de H. P. Lovecraft (edição Saída de Emergência). Terror, horror, espiritismo, demonologia, fantástico: a sua obra é uma visitação do lado mais sombrio da nossa imaginação, e que influenciou autores tão diferentes como Jorge Luís Borges ou Stephen King. Lovecraft explorou, há cerca de 100 anos, aquilo que nunca mais mudou na nossa imaginação: o desejo de invisível e de medo.

[Na coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. Enfim.

por FJV, em 22.08.10

Pode ser, pode ser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Propaganda da pátria.

por FJV, em 22.08.10

[Fotografia de Afonso Ferreira ©]


Para Eça, em certos dias Portugal era «uma choldra»; havia outros dias maravilhosos. Ontem como hoje, procuramos sinais que nos salvem. As autoridades ficaram muito felizes com «o dispositivo» que combate os incêndios (70% dos fogos europeus são aqui); o governo exultou com os 0,2% de crescimento (o quarto pior desempenho europeu); as universidades sorriram quando o «índice Xangai» colocou duas portuguesas numa lista de 500 (em 401.° e em 500.º). Vivemos em propaganda permanente; na maior parte dos casos, manobrando as estatísticas – na economia, nos exames das escolas, no crime, nos acidentes rodoviários. Ou seja, temos medo de nós mesmos. Se fosse numa empresa, haveria avaliação, castigo e despedimento. No caso da política, há eleições e a coisa há-de manobrar-se.

[Na coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Acasos, 33.

por FJV, em 22.08.10

 

 

Devendra Banhart, «Brindo».

[Outros Acasos]

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. A sério.

por FJV, em 22.08.10


Era a isto que me referia aqui: salvar o Benfica a qualquer preço, empurrar todas as culpas para Roberto. A capa de A Bola podia ter sido desenhada no dia seguinte ao despedimento de Quim em directo, pela tv; era, de facto, um bom guarda-redes, que há-de ser aplaudido quando entrar outra vez no estádio dos lampiões envergando a camisola do S.C. Braga. A do Record devia ter sido publicada logo depois do primeiro jogo da pré-época. A de O Jogo percebe-se mas está errada, totalmente errada acerca de um jogo sem laterais (tirando Coentrão) e sem ataque organizado. Não. Não foi tudo por culpa de Roberto — simplesmente, como já se percebeu como funcionou o negócio da sua contratação e para que fins foi contratado, a acusação na primeira página serve para salvar o Benfica, porque o Benfica é que é o grande negócio, embora já haja quem tenha detectado tudo ao primeiro jogo, e bem. Roberto falhou mas é o elo mais fraco.

 

P.S. - Nós também tivemos Kralj. Mas tínhamos pensado que era guarda-redes, não uma promissória para creditar numa conta.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O português.

por FJV, em 22.08.10

«No tengo saudade, pero tengo mucha pasión. Soy un portugués que no quiere volver, no quiero trabajar en ningún club portugués, no quiero vivir en Portugal, pero soy un portugués al que le gustaría hacer algo importante con mis capacidades.» José Mourinho, em entrevista ao El Pais.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds