Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Olha, olha.

por FJV, em 19.05.10

Ficaram muito escandalizados com as opiniões de Fernando Ulrich. Mas queres tu ver que ele não está sozinho... A contagem começou.

(Sim, tenho conta no BPI; prefiro que me falem verdade.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Luís Figo.

por FJV, em 19.05.10
«Gosto muito de Portugal, dos portugueses, mas há poucas coisas que me interessam.» Já sabíamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Luminária.

por FJV, em 19.05.10

Imagino a pobre luminária a pôr-se em bicos de pés, cheio de si, esclarecendo que os políticos se impuseram ao BCE. Luís Amado faria um favor se lhe ministrasse «um exercício degradante de sujeição».

Daqui a uns tempos, a luminária virá, de mansinho e empertigado, aceitar o inevitável.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sociedade da informação.

por FJV, em 19.05.10

A «sociedade de informação» tomou conta da Assembleia da República e transforma-a num espectáculo de novo riquismo autorizado. Sendo certo que uma boa parte daquelas pessoas não sabe escrever, a verdade é que não se podem deslocar de um lado para o outro sem um computador onde entram no Facebook, no Twiter, na leitura de jornais online, no correio electrónico, no Messenger, no Googletalk, onde for. Eu dava tudo para vê-los pegar numa caneta e escrever uma frase em vez de — e a culpa não é minha, está nas imagens da AR-TV — passarem a imagem de uns cavalheiros e senhoras sonolentos, diante de um monitor, trocando e multiplicando informação, sem saber o que fazer com ela. Ali ou em outro lado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os heróis de Canudos.

por FJV, em 19.05.10

Apesar do mau gosto da comparação (entre o anúncio da «promulgação do casamento entre pessoas do mesmo sexo» e «o fim da pena de morte», enunciado pelo ministro Jorge Lacão — uma coisa em forma de assim, saída daquele enorme talento?), a verdade é que a lei não vai provocar alarme social nem escândalo público. Nada do que é humano nos é estranho. Nada do que é imperfeito. Nada do que é errado. Nada do que está correcto. Cavaco fez o que tinha a fazer, com as cartas que tinha na mão, notando que não está de acordo mas que as coisas são como são. Não vale a pena nem é justo, a propósito do assunto em epígrafe, falar de covardia histórica e de capitulação. Um presidente está lá para garantir a liberdade e o jogo democrático. Se queriam outro presidente, tivessem eleito Basílio Horta na altura (lembram-se?) ou el-rei D. Sancho. Ou barriquem-se nas montanhas, como os heróis de Canudos entre os coqueiros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ronnie James Dio.

por FJV, em 19.05.10

Morreu Ronnie James Dio, um dos (se me é permitido a palavra) cantores mais barulhentos da história do rock. A sua banda mais recente era Heaven & Hell, mas não é aí que fez história – e sim a solo ou nos Black Sabbath (antes, nos Rainbow), onde entrou para substituir Ozzy Osbourne, outro barulhento. Era a época: Led Zeppelin, Deep Purple, Uriah Heep, enfim. Dio marcou a história dos Black Sabbath (que nasceram em 1968) nos anos 80 com canções que poucos recordam, como “Die Young” ou “The Mob Rules”. Um teatro de violência, ocultismo, misoginia – esta era a encenação do ‘metal’, que andava a par do cocktail de álcool e drogas de que quase todos padeceram. Depois dos AC/DC ou Judas Priest, Ronnie James Dio continuava em palco. Agora, aos 67 anos, deve estranhar o silêncio.

[Na coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para compreender a derrocada.

por FJV, em 19.05.10

Sim, leiam. Está lá o essencial. Pode dizer-se tudo isso de um político que, um dia, esclareceu que strategy is about winning.

(Via Mar Salgado)

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds