Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Silêncio, compaixão, ajuda e pudor.

por FJV, em 21.02.10

 

 

A tragédia só tem um nome: tragédia. A força da natureza destruiu uma parte desse equilíbrio entre ela mesma e o povoamento da Madeira. Uma das mais belas cidades portuguesas, ou a mais bela, o Funchal, ficará abalada durante muito tempo por essa tragédia. Ao recordar a beleza profunda, irremediável e fantástica dos seus cerrados, das suas florestas, picos, falésias, do seu rumor ilhéu, não se pode senão ficar do lado dessa gente orgulhosa que sofre com o isolamento e a claustrofobia – e, agora, com a destruição. Mais tarde, poderemos discutir o ordenamento, a ocupação do território, o urbanismo. Agora, silêncio, compaixão, ajuda e pudor. Mesmo se a memória nos atraiçoa em nome da beleza transitoriamente perdida do Funchal, uma varanda humana e luminosa sobre o mar.

[Na coluna do Correio da Manhã.]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Se me apetecer.

por FJV, em 21.02.10

O senhor procurador-geral fala amanhã «se assim o entender» («fez chegar ao DN esta informação: ˜Respondo segunda-feira se assim entender.˜»). Se lhe apetecer, vá lá. Se vir que vem a propósito ou que está para aí virado. Se cogitar que é melhor. Se quiser. Se deduzir que. Se assentar em que. Se tiver, finalmente, o entendimento de que lhe fica bem. Que do país — essa coisa, ali ao lado — lhe façam perguntas, é uma coisa; que essas perguntas sejam importantes, enfim. É extraordinário. Ou não. Como diz o nosso bom Almocreve, «estados d'alma, ferros curtos».

Autoria e outros dados (tags, etc)

Meus livros amados, como trepadeiras sobem, apinhados, paredes inteiras.

por FJV, em 21.02.10

Na coluna da direita do site da Livraria Artes & Letras há um poema de Alexei Bueno sobre isso mesmo, livros: «Meus livros amados,/ Como trepadeiras/ Sobem, apinhados,/ Paredes inteiras.// Alargam seus flancos/ Por cômodos, quinas,/ E erguem-se em barrancos/ Fabricando esquinas.» Leiam todo; há fulgores clássicos que nunca passam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. O túnel ao fundo da luz.

por FJV, em 21.02.10

O grupinho de Carnide e Sete Rios bem pode ir fazendo contas e aconchegando a nuca. Já aí vamos, descansem. Podem aguardar no túnel.

De resto, com extremos e laterais a funcionar, três homens na frente e cinco golos, Jesualdo não precisa muito de falar de processos, sistemas, métodos e arquitectura.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E Deus Criou a Mulher. Obrigado.

por FJV, em 21.02.10

O Miguel Marujo, com o seu bom gosto habitual, homenageou o Origem das Espécies com Hannah Hilton.

Miguel: depois dou-te uma palavrinha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Reerguer.

por FJV, em 21.02.10

 

Madeira.

Laura Abreu Cravo sobre a Madeira.

Ferreira Fernandes: «Com a tão nossa e querida ilha.»

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds