Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Acasos, 2.

por FJV, em 31.01.10

 

 

Kristin von der Goltz, absolutamente divina.

Peças de Joseph-Marie-Clément dall'Abaco [1710-1805]

Autoria e outros dados (tags, etc)

México.

por FJV, em 31.01.10

Esta notícia («Um grupo de cerca de vinte homens disparou sobre estudantes que participavam numa festa no México e matou 13 pessoas. O massacre ocorreu em Ciudad Juárez.») não é apenas sobre cartéis da droga — é sobre irrealidade absoluta. E sobre Ciudad Juárez, o inferno. E sobre a quarta parte de 2666, de Roberto Bolaño.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tchekhov.

por FJV, em 31.01.10

Comemoraram-se os 150 anos do nascimento de Anton Tchekhov. É uma das figuras mais enigmáticas da grande literatura russa, que praticamente desconhecemos – e o autor atento às pequenas coisas, o que fez dele um contista exemplar e um dramaturgo minucioso. O que mais me apaixona na sua vida é a viagem incompreendida que inicia aos 30 anos e que o levou à ilha de Sacalina (o mais longínquo dos territórios do desterro russo) e a Vladivostoque, primeiro, e ao Sri Lanka depois. No regresso (por Odessa) – e só então – tornou-se um grande escritor, disponível para prestar atenção aos personagens que desenhou com pluma trágica e melancólica. Se Tolstoi é o gigante das epopeias ou dos dramas familiares, Tchekhov foi um criador miniaturista, impopular e no fio da navalha.

[Na coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aprendam a linguagem.

por FJV, em 31.01.10

Está tudo aqui: «centralidade e a transversalidade»; «modernidade e a qualidade da democracia»; «a igualdade de género prende-se com a efectividade do desenvolvimento»; «mainstream de género»; «queremos um desenvolvimento em que as questões da igualdade se coloquem de forma transversal e central»; «taxa de feminização é de 29 por cento»; «incrementar planos para a igualdade nos ministérios»; «incentivar planos para a igualdade»; «temos, em todos os ministérios, o ou a conselheira para a igualdade»; «planos para a igualdade»; «integram a perspectiva de género na autarquia»; «fóruns regionais para a igualdade».
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Listas, listas.

por FJV, em 31.01.10

No Top 100 Twingly, o 31 da Armada ocupa o primeiro lugar entre os blogs portugueses seguido do Blasfémias, O Caderno de Saramago e Jugular. Em quinto lugar está o Origem das Espécies.

Obrigado pela preferência, como se dizia nas mercearias de antigamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Direitos de autor, o combate.

por FJV, em 31.01.10

Os autores devem estar atentos à indústria que só existe por causa deles. Falo de escritores, na generalidade sitiados entre os 8, 10 ou 12 % de direitos de autor cobrados por cada exemplar vendido. Está longe de ser um pagamento confortável, se pensarmos que são eles que escrevem os livros. Com o advento do e-book (o livro em formato digital, que pode comprar-se pela internet e não tem de ser impresso), autores como Ian McEwan ou Martin Amis pedem o dobro ou mais do que recebiam até aqui, até aos 60% nos livros eletrónicos. Inteiramente justo. A indústria fala de autores como quem fala de embaladores de charcutaria, dispensáveis e substituíveis – apenas um elemento nas folhas de cálculo. Pois se a indústria quer e-books e lucros, tem de pagar. Vai começar o combate.

[Na coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manuel Lopes.

por FJV, em 31.01.10

Fez cinco anos que Manuel Lopes (1907-2005) morreu em Lisboa. O seu nome merecia mais porque é um dos autores maiores de Cabo Verde – na prosa, é autor de ‘Os Flagelados do Vento Leste’ e de ‘Chuva Braba’; na poesia, vale a pena ler-lhe a antologia ‘Falucho Ancorado’, um bom repertório. Fundou no Mindelo, com Baltasar Lopes ou Jorge Barbosa, a revista ‘Claridade’, um farol da literatura. Leiam-no, juntamente com outros autores maiores da nossa língua, como os poetas João Vário, Corsino Fortes, Arménio Vieira, ou José Luís Tavares, o autor de uma pérola intitulada ‘Paraíso Apagado por um Trovão’. A nossa ignorância da literatura de Cabo Verde é um pecado capital. Comecemos por Eugénio Tavares; todos os seus poemas são mornas belíssimas, irrepetíveis, grandiosas.

[Na coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Alarmes.

por FJV, em 31.01.10

Em O Fiel Jardineiro, John Le Carré elege a indústria farmacêutica como o demónio omnipresente, omnisciente e malévolo. O atual debate sobre a Gripe A (existiu, não existiu?) lembra um pouco essa demonologia – que a indústria farmacêutica é capaz das piores torpezas. Certamente, é capaz de muitas. Mas a OMS, um organismo da ONU, não pode ser poupada com ligeireza e amenidade. Primeiro, espalhou o terror e o alarmismo, falando de mortos aos milhões. Depois, insistiu – quando já tinha dados para duvidar. Os governos, empurrados pelas previsões, montaram centrais de propaganda anti-catástrofe e hoje devem sentir-se envergonhados. Como se vê, o medo é uma ciência dos tempos de hoje, intimidando-nos com um simples espirro. Na dúvida, lança-se o alarme. Nunca falha.

[Na coluna do Correio da Manhã]

Autoria e outros dados (tags, etc)

Acasos.

por FJV, em 31.01.10

Yo la Tengo, «Today Is the Day».

Autoria e outros dados (tags, etc)

O cantinho do hooligan. O túnel.

por FJV, em 31.01.10

Vasco, só um pormenor: as declarações do responsável da PSP, no dia a seguir ao jogo, foram transmitidas pela TSF e pela Rádio Renascença (pelo menos), e inexplicavelmente, nunca mais foram referidas no inquérito e nas fugas de informação da justiça do Costa. Quem os conheça, que os compre. Burros nunca foram, pelo menos nos últimois tempos.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Blog anterior

Aviz 2003>2005


subscrever feeds